Sempre que fazia meus projetos de trabalhos futuros, R. era a minha garantia de permanência, como nenhum outro paciente. Ela era a paciente “estável”. E foi exatamente num momento em que passei a verificar os meus horários para o próximo semestre que me vi pensando: os horários da R. são tranquilos; ela tem ainda muitos anos de análise, ou melhor, esta é uma análise interminável!….

Fazer o download do texto aqui